sábado, 14 de março de 2009

Delícias de Portugal

Pastéis de Belém
História
Em 1837, em Belém, próximo ao Mosteiro dos Jerónimos, numa tentativa de subsistência, os clérigos do mosteiro puseram à venda numa loja precisamente uns pastéis de nata.
Nessa época, a zona de Belém ficava longe da cidade de
Lisboa, e o seu acesso era assegurado por barcos a vapor. A presença do Mosteiro dos Jerónimos e da Torre de Belém atraíam inúmeros turistas que depressa se habituaram aos pastéis de Belém. A receita destes, transmitida e exclusivamente conhecida pelos mestres pasteleiros que os fabricam artesanalmente na Oficina do Segredo, mantém-se igual até aos dias de hoje. A Oficina do Segredo na Fábrica, dos Pastéis de Belém, guarda a antiga receita secreta da confecção e preparação dos verdadeiros Pastéis de nata – os Pastéis de Belém.
Os mestres pasteleiros da Oficina do Segredo, são os poucos detentores da receita, assinam um termo de responsabilidade e fazem um juramento em como se comprometem a não divulgar a receita.
Actualmente, em qualquer café de Lisboa é possível comprar pastéis de nata, provenientes da indústria de pastelaria, mas os originais continuam a ser os da pastelaria de Belém (apenas estes podem ser denominados Pastéis de Belém), em
Lisboa, que preservam na sua secular existência o segredo e o saber da sua confecção.

2 comentários:

Glaucia disse...

Uma delícia mesmo! Deu água na boca :)

Lídia Marques disse...

São maravilhosos!Impossível é comer só um...