quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Zadar, Croácia

O "famoso" pôr-do-sol de Zadar.
ARSENAL BAR
Como não sabíamos nada a respeito de Zadar, partimos à descoberta.
No centro da cidade, perto do porto, encontramos o Arsenal Bar Restaurante. Um armazém centenário, restaurado com muito bom gosto, resultando num espaço multifuncional magnífico.


http://www.arsenalzadar.com/hr/barklub/index.php

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

VISITAR PORTUGAL

PORTUGAL 360º

MOSTEIRO DE ALCOBAÇA

Fotos: Vítor Ribeiro
No site
poderá visitar castelos, monumentos, praias, serras, mapas, patrimônio histórico/arqueológico e etc...
Vale a pena conferir...

MAPA ASTRAL ON-LINE GRÁTIS


No link abaixo (Somos todos Um) é possível obter um mapa astral resumido (on-line e gratuito).
Basta introduzir os dados.
É interessante (para quem gosta de astrologia)

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

"Shopping" Solidário, Anistia Internacional, Paris

onde comprar presentes em Paris...


Mensagem da Anistia ( no site da boutique):
"A venda de produtos e de publicações, propostas nos nossos catálogos de apoio e nossa boutique em linha ajudam a garantir a independência e a imparcialidade da Anistia Internacional. Nós não aceitamos nenhuma subvenção governamental para realizar nossa missão e assegurar nosso funcionamento.
Nosso funcionamento depende essencialmente de sua generosidade. As suas compras tem sentido: nós precisamos de vocês!
Todos os nossos artigos são vendidos pela Anistia Internacional sem o intermédio de uma sociedade comercial. Os lucros são integralmente consagrados à ação em favor dos direitos humanos através do mundo.
Comprar os produtos Anistia Internacional é agir por um mundo mais justo, livre e tolerante".
Amnesty International France
Boutique
76 Bd de la Villette
75940 Paris cedex 19
FRANCE
Tél (33) + 02 32 37 02 45
Fax : (33) + 02 32 37 02 49

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Graz, Áustria










Depois de muitos Kms e perdidos na noite, acabamos por cair no "Paradies".
Excelente atendimento e magnífico café da manhã "à austríaca".
E ainda descobrimos o fantástico Museu Schwarzenegger no hotel.
http://www.hotelparadies.at/

clique para ampliar

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

A vida é um sopro

video

"A mediocridade ativa é uma merda". Oscar Niemeyer

Ousmane Sow


Sculptant la plupart du temps des hommes en action, Ousmane Sow fait de la lutte la métaphore et le lieu même de son travail.

"On lutte pour conquérir la femme qu'on aime, on lutte pour conquérir l'espace, la lutte est une façon d'exister et de reconnaître l'autre,
explique-t-il. C'est aussi cela l'Afrique, un champ de lutte et de combat."


Foto do dia


quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

FOTOS DA GAVETA....

SEGÓVIA







SALAMANCA



clique para ampliar
Onde ficar
RECOMENDAMOS!!

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

"Fayum Portraits"




Os Retratos de Fayum é o termo moderno para um tipo de retrato realista pintado sobre madeira (carvalho, cedro ou cipreste) em múmias egípcias do Egito romano. Os retratos são inovações que datam da época da ocupação Romana do Egito, e eram comuns desde o Delta do Nilo até a Núbia. Fazem parte da tradição ocidental da pintura de painéis, que continuou na Arte bizantina (iconografia) e na Arte copta. Em termos de tradição artística, os retratos derivam mais da arte Greco-Romana do que da antiga arte Egípcia e isso deriva da grande quantidade de imigrantes grego no Egipto ptolemaico. Sob o domínio greco-romano, o Egito tinha várias colônias gregas, a maioria delas concentradas em Alexandria. Outra dessas colônias era Faiyum, que também abrigava habitantes de outras partes do Egito, como o Delta do Nilo e Mênfis.

Dois tipos de retratos podem ser diferenciados pela técnica: os que utilizam a Encáustica e outros que usam a têmpera. A maioria dos retratos foi encontrada na necrópole de Faiyum.
O explorador italiano Pietro Della Valle, em uma viagem para Sakara-Mênfis em 1615, foi o primeiro europeu a descobrir e descrever os retratos. Outros retratos foram encontrados no século XIX em Tebas. Ippolito Rosellini, membro da expedição de Jean-François Champollion trouxe um dos retratos para Florença.

Hoje, os retratos de Fayum podem ser encontrados em importantes museus arqueológicos do mundo, tais como o Museu Britânico, o Metropolitan Museum of Art, em Nova York e o Louvre, em Paris.

Os hábitos relacionados aos enterros na Dinastia ptolemaica seguiam as antigas tradições. Os corpos dos membros das classes altas eram mumificados, colocados em caixões decorados e era também colocada uma máscara para cobrir a cabeça. Os gregos da região praticavam a tradição da cremação. Isso reflete a situação geral do Egito no Helenismo: os governantes se auto-proclamavam faraós, mas incorporavam apenas poucos hábitos locais, seguindo o estilo de vida grego. Tudo mudou com a chegada dos romanos. Em poucas gerações, todas as tradições gregas desapareceram.

Junto com os afrescos de Pompéia e Herculano e os afrescos nos túmulos na Antiga Macedónia, os retratos são as obras mais bem preservadas de tempos antigos e são famosas por seu incrível naturalismo. Pelos retratos é possível observar o modo como as pessoas arrumavam seus cabelos, se vestiam e usavam as jóias.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

HUNDERTWASSER

"A Natureza é um fim em si, nada existe fora dela, enquanto harmoniosa é bela, a arte é o caminho que nos conduz à Beleza." Hundertwasser
.
“Pele - Roupa - Casa - Identidade - Terra”
Hundertwasser (1928-2000), o “médico da arquitetura”,
atuou em completa sintonia com os princípios da natureza.
Em 1953, sintetiza sua visão de mundo através da pintura
de uma espiral, onde “Cinco Peles” representariam a
interação por osmose de níveis de consciência sucessivos e
concêntricos, relacionando indivíduo com seu meio: a
Epiderme, a Roupa; a Casa; a Identidade e a Terra. Através
da “Casa de Hundertwasser”, passa de crítico idealista à
ação prática, convertendo-se em construtor, e declara sua
vocação de “médico da arquitetura”


"A natureza deve crescer livremente onde caem a chuva
e a neve; o que está branco no inverno deve ser verde no
verão.
Todos os elementos horizontais que se encontram abaixo
do céu pertencem à natureza. Nas estradas e nos telhados
devem-se plantar árvores "


http://www.hundertwasser.at/deutsch/hundertwasser/cover.php